CNC

Qualidade do ensino de medicina no país será debatida pela CE e CCT

Qualidade do ensino de medicina no país será debatida pela CE e CCT

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Informática (CCT) e a Comissão de Educação e Cultura (CE) vão promover nesta quarta-feira (8), a partir das  11h, audiência pública conjunta para debater os desafios do ensino de medicina no país. O debate terá foco no crescimento do número de escolas médicas, na qualidade do ensino, na atuação interprofissional, na competência médica e no papel da tecnologia na medicina.

Os senadores Astronauta Marcos Pontes (PL-SP), Fernando Dueire (MDB-PE) e Damares Alves (Republicanos-DF) são os autores dos requerimentos para a audiência (REQ 4/2024-CCT e 29/2024-CE). Eles estão preocupados com o aumento do número de instituições de ensino de medicina no país. A principal preocupação é com a qualidade dos cursos. Nos requerimentos, os senadores apontam que, em 2019, o Brasil tinha 337 escolas médicas em atividade, representando um aumento de 214,9% em relação ao ano 2000.

Para o debate, estão convidados o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), César Eduardo Fernandes; o presidente da Associação Paulista de Medicina (APM), Antonio José Gonçalves; e a presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM), Eliete Bouskela. Também constam da lista de debatedores o presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), Armando de Carvalho Lobato; e os médicos Giovanni Cerri, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e Donizetti Dimer Giamberardino Filho, representante do Conselho Federal de Medicina (CFM).

O Supremo Tribunal Federal (STF) e os ministérios da Educação e da Saúde também devem enviar representantes para a audiência – que terá caráter interativo, com a possibilidade de participação dos cidadãos.

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

Crédito da imagem _ Depositphotos

Fonte: Agência Senado

The post Qualidade do ensino de medicina no país será debatida pela CE e CCT first appeared on Portal do Comércio.

Deixe aqui seu comentário!
Shares:

Related Posts