CNC

COP 28: CNC destaca contribuições do comércio de bens, serviços e turismo para o desenvolvimento sustentável

A 28ª Conferência das Partes (COP28), realizada de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023, em Dubai, nos Emirados Árabes, marcou um momento crucial na luta global contra as mudanças climáticas, reunindo líderes mundiais, especialistas e representantes de diversos setores para discutir e avançar em políticas ambientais.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), por meio do seu Grupo Técnico de Trabalho sobre Meio Ambiente (GTT-MA), acompanhou ativamente as deliberações da COP28 e apresentou contribuições significativas para o desenvolvimento sustentável com base em um documento técnico final.

O relatório com as contribuições do Sistema CNC-Sesc-Senac é um dos esforços contínuos para tratar a agenda ambiental no setor e, assim, o Sistema Comércio reafirmar seu compromisso com a sustentabilidade, alinhando-se com a missão expressa no seu Planejamento Estratégico 2023-2026.

Entre as práticas sustentáveis implementadas pela CNC, através do Programa Ecos, destacam-se práticas sustentáveis nos congressos Conecta e Sicomércio, incluindo a compensação da emissão de CO2 escopos 1 e 2; criação do Guia de Sustentabilidade em Eventos; realização de pesquisa com 840 empresas sobre sustentabilidade, environmental, social and governance (ESG) e economia circular; inclusão de critérios de sustentabilidade na reforma do auditório da sede em Brasília; e criação do Guia de Aquisições Sustentáveis.

A CNC também tem investido em infraestrutura verde e na transição energética, com o objetivo de reduzir as suas emissões de gases de efeito estufa, contribuindo para a evolução de uma economia de baixo carbono. Estão sendo construídas miniusinas de energia solar fotovoltaicas para abastecer as sedes administrativas da entidade e dos Departamentos Nacionais do Sesc e Senac. Para a renovação da nova frota de veículos da Confederação, foram adquiridos carros híbridos, que são mais eficientes do que os tradicionais, além de 70% da frota do Rio e 60% da frota de Brasília estarem sendo abastecidas com etanol.

Acesse a íntegra do relatório de contribuições da CNC aqui.

Impacto e ações na COP28

Durante a COP28, o GTT-MA enfatizou a importância da sustentabilidade no setor de comércio de bens, serviços e turismo, ressaltando como as práticas e as políticas ambientais podem contribuir para um desenvolvimento socioeconômico equilibrado e sustentável.

O subgrupo de trabalho Acompanhamento da COP28, formado pela CNC, promoveu quatro reuniões virtuais para monitorar ativamente as deliberações da conferência e discutir os impactos nos setores representados, pois este acompanhamento subsidia a construção de pareceres técnicos e de posicionamentos da CNC em relação à pauta ambiental. Além disso, o acompanhamento de perto e detalhado da COP28 visa garantir que os entendimentos da  Confederação estejam alinhados com as decisões tomadas na Cúpula do Clima, já que elas podem refletir-se em políticas e práticas empresariais, associadas a demandas globais de sustentabilidade.

 Resultados e acordos

A COP28 foi palco de avanços significativos, incluindo novos acordos internacionais para mitigar a crise climática, como a ampliação de compromissos financeiros dos países desenvolvidos para apoiar nações mais vulneráveis. A CNC destacou a importância desses acordos para o setor de comércio e serviços brasileiro, que pode se beneficiar de investimentos em infraestrutura resiliente ao clima, transferência de tecnologia verde e apoio na implementação de políticas de adaptação e mitigação.

A conferência também reforçou metas mais ambiciosas de redução de emissões de gases de efeito estufa, alinhadas com os objetivos do Acordo de Paris. O Plano para a Transformação Ecológica do governo federal brasileiro, apresentado na COP28, foca seis eixos, incluindo bioeconomia, transição energética e economia circular, impactando diretamente o setor de comércio de bens, serviços e turismo.

O acompanhamento da COP28 pela CNC exemplifica seu papel ativo na promoção da sustentabilidade e na liderança de práticas ambientais responsáveis dentro do setor de comércio e serviços.

Com a implementação de iniciativas sustentáveis e o engajamento contínuo em eventos globais, a Confederação reforça seu compromisso com um futuro sustentável, alinhando-se com as diretrizes internacionais e contribuindo para um desenvolvimento socioeconômico equilibrado e ambientalmente consciente.

Programa de Sustentabilidade

O Sistema CNC-Sesc-Senac tem implementado diversas iniciativas sustentáveis, trabalhando ativamente para incentivar uma participação mais ampla em práticas sustentáveis por meio do Ecos – Programa de Sustentabilidade.

O Ecos é um programa integrado de sustentabilidade que possui a missão de introduzir práticas sustentáveis de forma intersetorial e colaborativa no ambiente organizacional das entidades. Coadunado à principal agenda socioambiental global, tem seus objetivos correlacionados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

The post COP 28: CNC destaca contribuições do comércio de bens, serviços e turismo para o desenvolvimento sustentável first appeared on Portal do Comércio.

Deixe aqui seu comentário!
Shares:

Related Posts